sábado, 31 de março de 2012

Ok, desisto.

Nesta noite eu me apaixonei, desapaixone e  reapaixonei...Nesta que é apenas mais uma das nefastas noites de águas profundas eu não consegui ser o que eu sou. Não pude fazer o que deveria fazer, não pude ter o que deveria ter. Fui fraca, fui pequena, fui burra... Tentei durante mais de duas horas encontrar uma definição satisfatória sobre sujeito oculto, não encontrei. Tive oportunidade de dizer o que sinto, engasguei, achei que iria perder (mesmo ainda não tendo), nem isso aconteceu.  Assisti um vídeo de amor puro e verdadeiro que me levou as lágrimas, comi pão, recusei amigos , remoí tristezas antigas, dormi, acordei, não sonhei...Nesta noite soturna eu percebi que nunca terei aquilo que quero, talvez tenha algo do que preciso, mas o que quero não será meu. Esta é a maldita noite das verdades escancaradas, do peito apertado, da dieta esquecida e dos olhos inchados. Tudo isso por que percebi que não, não quero mais me enganar, mascarar a verdade sobre mim. Eu fali, dei errado, não consegui, falhei, não soube fazer nada direito e cansei. Esta noite eu cansei , desisto, jogo a toalha e dou a vaga para quem seja mais forte, tenha mais coragem e não seja assim tão demasiadamente fraca como eu.

Nenhum comentário: