terça-feira, 2 de agosto de 2011

Sorrindo

Hoje estava almoçando e participando um pouco da vida familiar ouvia distraidamente o jornal, não sei qual. Estavam perguntando para as pessoas na rua se elas eram felizes, na mesma hora minha vó querida se declarou muito feliz. Imediatamente a enquete entrou na minha cozinha e todos estavam admitindo sua felicidade. Menos eu. Não que eu seja infeliz, nada disso. Só fiquei me questionando acerca do que deve ser de fato a felicidade. Lógico que agente não é alegre e contente todo o tempo. Mas pesei, medi naquele momento a minha quantidade de bons momentos. Não consegui decidir se há mais ou menos momentos de felicidade, mas percebi na hora que estes os bons são mais intensos. Reparei também que depois de um certo tempo tudo tende a parecer ter sido melhor do que realmente foi.Eu guardo comigo muitas lembranças que são melhores do que o fato vivenciado. O tempo melhora muita cousa.Pensei na felicidade plena e conclui que esta parece ser inalcançável. Então eu decidi que não vou passar minha vida esperando pela felicidade completa, vou aproveitar os momentos felizes e torcer sempre (e tentar dar um up) para que estes sejam maiores, mais numerosos e intensos que os ruins. Lembrei como é bom uma boa risada. E sorri, tendo agora mais um dos bons para minha coleção.

Foto: Rafa Compton.

Um comentário:

leone disse...

A foto ta bacana, mas a modelo nem se fala, esse sorrizo é divino.